Conheça nossa tecnologia de aproveitamento 3D para corte em volumes

Corte em 3D

Todas as indústrias em que a matéria-prima representa uma parte importante do custo de fabricação, sabem que a qualidade do aproveitamento do corte dessa matéria-prima é fundamental para o aumento da produtividade. Isso porque se não for prestado a devida atenção no aproveitamento das peças na hora de cortar, o consumo pode vir a dobrar, acarretando no aumento dos custos, na produção de resíduos descartáveis e no consumo de energia desnecessária. E isto vale para todos os tipos de materiais.

Por isso, toda tecnologia que visa a otimização do corte e aproveitamento de peças é – ou deveria ser – sempre bem vinda. E se você deseja não perder mais dinheiro, desperdiçando material, é por este caminho que você deveria percorrer.

Por isso, gostaríamos de apresentar o conceito da tecnologia 3D nesting. Já ouviu falar? O nesting (que em português poderíamos chamar de assentamento ou aninhamento), num conceito geral, é uma tecnologia desenvolvida para máquinas CNC, a fim de ajustar, de maneira ideal, muitas peças de fabricação diferentes a uma única folha de matéria-prima. 

Isso significa que você obtém as peças que deseja em quantidades exatas, ao menor custo possível; o menor custo inclui eficiência do material, eficiência da máquina, cumprimento do cronograma, conclusão do pedido e todas as outras considerações de custo.

Em termos gerais, o nesting organiza de maneira automática e eficiente as quantidades necessárias de peças individuais a serem produzidas em folhas ou placas de material.

No caso do 3D, o conceito da tecnologia é o mesmo, porém funciona de maneira diferente: a partir de um conjunto de blocos (matéria prima) e de um conjunto de peças (produto final) a serem cortadas, calcula-se automaticamente o arranjo

Simulação de corte em 3D

Graças a um poderoso algoritmo de otimização, o resultado desta operação são ganhos significativos de tempo e material, sempre levando em consideração as possíveis restrições no processo de corte, é claro.

Além disso, a tecnologia permite fazer o gerenciamento de quantidades variáveis e cria retalhos reutilizáveis, o que gera redução substancial de perdas de matéria-prima. Através de dois tipos de otimização simultâneas: local (dentro de um bloco) e global (escolha do melhor bloco), proporcionando um real aproveitamento 3D, e não apenas um empilhamento de camadas.

Simulação de corte em 3D

Simulação de corte em 3D

 

As aplicações são inúmeras, assim como os tipos de materiais. É possível aplicar em corte de blocos de espuma (colchões, almofadas, assentos…), de mármores, granitos, placas de grafite, blocos de metal (aço, cobre, alumínio, ferro fundido), assim como de polímeros (poliéster, polietileno, poliuretano, isopor, borracha, PVC), produtos alimentares congelados e, por fim, blocos de madeira.

Agora que você já sabe que é possível otimizar e aproveitar melhor a sua matéria-prima de maneira automática, aqui vai a boa notícia! 

Nós, da SteelCarbon, fornecedora e braço direito de centenas de empresas brasileiras que necessitam de grafite e aço a pronta entrega, possuímos esta tecnologia de aproveitamento 3D para cortes em volumes e já prestamos esse serviço para muitos de nossos clientes.

Se você quer aumentar a sua produtividade, fazendo mais com menos e, de quebra, ganhar mais dinheiro, o que você precisa é de um serviço de otimização e aproveitamento da sua matéria-prima.

Num mundo cada mais corrido, a produtividade é vital; e a falta dela pode ser fatal para o seu negócio! Por isso, pare de desperdiçar a essência da sua empresa e não perca mais tempo nem dinheiro. Entre em contato conosco agora mesmo e faça um orçamento sem compromisso. 

Acesse esse link e fale com um de nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *